ADINKRA, MEU PAI…

R$51,00

Descrição

A palavra adinkra pertence a um antigo sistema africano de escrita criado pelos povos acã (Akan), que habitam a região de Gana, na África Ocidental. Ela se origina da história da guerra entre dois reis. Um deles, Adinkra, detinha conhecimentos sobre a produção de tecidos e estamparia. Tendo sido vencido e morto por seu inimigo, Adinkra teve sua cabeça exposta como troféu.

Depois disso, a palavra passou a significar “despedida” ou “adeus”, além de denominar o conjunto de ideogramas de sentido profundo, que trazem aspectos da história, da filosofia e dos valores desses povos.

A partir desses ideogramas e significados, Joaquim de Almeida criou esta história, que fala das tradições africanas, de magia e do amor de um filho por seu misterioso pai.

Informação adicional

Peso 0.340 kg
Dimensões 27 × 20 × 1 cm
Autoria

Joaquim de Almeida

Capa

brochura

ISBN/Código de barras

9788516110239

Editora

Moderna

Ilustrações

Joaquim de Almeida

Páginas

88

Avaliações

Não há avaliações ainda.

Seja o primeiro a avaliar “ADINKRA, MEU PAI…”

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.