MEU FILHO PATO – E mais contos sobre aquilo de que ninguém quer falar

R$39,90

Descrição

Nem sempre é fácil falar sobre a morte, mas vivemos o sentimento de perda desde a infância. Seis grandes autores – Angela-Lago, Índigo, Lalau, Flávia Lins, César Obeid e Roger Mello – escreveram sobre o tema para possibilitar o diálogo diante de tão doloroso evento.
Ao longo do seu desenvolvimento, toda criança vivencia situações de perda – como quando muda de casa, quando nascem os irmãos, quando adoece ou morre um ente querido -, que podem gerar sentimentos e reações fortes. Se esses momentos representam vivências difíceis, por outro lado podem nos ajudar a crescer. Para que as crianças possam enfrentar esses desafios é muito importante que consigam expressar seus sentimentos, em conversas e brincadeiras ou através de histórias ficcionais.
Pensando na dificuldade que muitos adultos têm em falar com seus filhos sobre a morte, o escritor Ilan Brenman, autor de inúmeros livros de sucesso destinados ao público infantil, e a equipe de psicólogas do Instituto 4 Estações, especializadas em lidar com situações de perda, resolveram convidar seis escritores de renome para criar histórias para os pequenos sobre esse assunto. O resultado é um livro tão variado em estilos – há contos de humor, outros mais tristes, um mais psicodélico, cordel e poesia – quanto em conteúdo – muitas possibilidades para que as crianças possam falar sobre a morte e entendê-la como um fenômeno inerente à vida. Com ilustrações de Rafael Antón.

Informação adicional

Peso 0.200 kg
Dimensões 27 × 20.5 × 0.6 cm
Autoria

Flávia Lins, Índigo, Angela Lago, Ilan Brenman, Lalau, Roger Mello

Capa

brochura

ISBN/Código de barras

9788574064901

Editora

Cia. das Letrinhas

Ilustrações

Rafael Antón

Páginas

32

Avaliações

Não há avaliações ainda.

Seja o primeiro a avaliar “MEU FILHO PATO – E mais contos sobre aquilo de que ninguém quer falar”

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.